90% dos casos de varizes vêm de herança genética

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Maus hábitos como sedentarismo e uso de anticoncepcional precoce potencializam o problema

90 dos casos de varizes vêm de herança genética

Os hábitos dos jovens do século 21 diferenciam-se, e muito, daqueles dos tempos das nossas avós. O sedentarismo crescente, o excesso de peso, o uso precoce de anticoncepcionais, que contém hormônios femininos prejudiciais ao sistema venoso, como estrógeno e progesterona, além de gravidez antes dos 20 anos têm levado garotas a terem um problema que antes era exclusivo das pessoas de mais idade: as varizes.

Outro fator bastante comum e incontrolável no aparecimento das varizes é genético, ou seja, passada dos pais para o filho. Segundo os especialistas, essa herança é a grande vilã das pernas da mulherada, com 90% dos casos. E se torna mais comum no público feminino por conta dos hormônios, que deixam as paredes da veia mais flexíveis e, consequentemente, aumentam o risco de dilatação. Por isso até mesmo a pílula, a gravidez e a reposição hormonal aumentam o risco.

O médico José Luiz Cataldo, cirurgião vascular da Unicamp, alerta as jovens sobre saliências nas pernas, como um pequeno calombo macio. "Em caso de dor, sensação de peso ou cansaço nas pernas, queimação, inchaço e manchas escuras nos tornozelos, é importante consultar um médico, pois pode ser o inicio de um problema vascular", adianta.

Brasil é referência no tratamento de varizes

Já se sabe que o Brasil é referência no tratamento de varizes. Por isso, se você tem predisposição genética ou se enquadra em um desses fatores de risco, qualquer sinal fique alerta e procure um médico. Existem novos métodos para diagnosticar a doença e tratamentos avançados no País, tanto no sistema público quanto privado de saúde.

Isso porque sem os devidos cuidados, as varizes podem alcançar uma fase mais avançada e profunda, que consiste em sangramentos exteriores ou hemorragias internas. Pode ocorrer também a flebite, formação de coágulos nas veias, deixando-as duras, doloridas e vermelhas que, no estágio final, podem gerar feridas e úlceras.

Para deixar suas pernas bonitas novamente, há maneiras mais radicais como cirurgia, tratamento a laser e escleroterapia química - que é o tratamento mais utilizado atualmente e consiste na aplicação de uma substância que "seca" a veia saliente. É comum serem necessárias várias sessões e a pele ficar arroxeada por alguns dias.

As menos agressivas e acessíveis nós listamos abaixo. Confira.

• Faça exercícios físicos de baixo impacto, como caminhada, bicicleta, natação e hidroginástica (ou qualquer atividade na água);

• Na musculação, é melhor dar ênfase às repetições e usar cargas de pouco peso;

• Não fique muito tempo parada na mesma posição, seja ela em pé ou sentada. Os pés são como um coração, em que cada passo bombeia o sangue corpo acima;

• Se tiver de ficar em pé, tente caminhar ou levantar e abaixar os calcanhares. Se trabalha sentada, procure ficar em pé a cada meia hora;

• Mantenha o peso. Engordar subitamente favorece o aparecimento de varizes, por isso é comum que elas surjam na gravidez;

• Meias elásticas são recomendadas para quem já possui o problema. O médico deve indicar o tamanho e o nível de compressão adequados a cada caso;

• Descansar com os pés acima da linha dos quadris realmente melhora a circulação.


Por Natalia Farah

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas