Alimentos amigos do coração

Saiba quais são as sementes que ajudam a prevenir e a controlar a hipertensão

Alimentos amigos do coração

Hambúrgueres e frituras são uma delícia, sem dúvida. No entanto, uma alimentação pobre em vitaminas e rica em gordura é o seu passe-livre para um passeio ao hospital. Afinal, haja coração para tanto descuido. Não adianta, para quem quer viver por mais tempo e, principalmente, com uma boa qualidade de vida, apostar em uma alimentação balanceada é o segredo para quem quer se prevenir contra as doenças cardiovasculares. Pois é, para quem ainda desconhece, o coração é o órgão responsável pelo bom funcionamento do seu organismo. Ou seja, ele é o motor da máquina.

Para quem acha que alimentação é brincadeira, um o principal fator de risco para doenças cardiovasculares é a hipertensão, pois ela sobrecarrega as artérias do coração, além de poder danificar outros órgãos do corpo como os rins, cérebro e olhos. Podendo ser causada por diversos fatores, entre eles a genética, a idade avançada, o stress, a má alimentação, a obesidade, o consumo de álcool em excesso e a falta de exercício físico. De acordo com a nutricionista e coordenadora da área de nutrição da rede Mundo Verde, Flávia Morais, por ser uma doença silenciosa, só é possível diagnosticar o problema por meio de exames, que devem ser feitos regularmente, com intervalos entre 6 meses, no máximo, um ano.

De outro lado, para quem ainda não sofre com a hipertensão e deseja prevenir a doença, a especialista afirma que apostar em alimentos amigos do coração podem contribuir para a sua saúde e sugere que as sementes como a Chia, a Linhaça e a semente de girassol, ricas em ômega 3, façam parte do seu cardápio diário. "O ômega 3 atua na prevenção de doença cardiovascular, pois ajuda a diminuir o colesterol e a pressão arterial. Alimentos fontes, como chia, linhaça e sementes de girassol devem fazer parte do cardápio de prevenção", afirma Flávia que completa: "a quantidade diária ideal de Chia ou Linhaça é de 1 a 2 colheres de sopa ao dia que podem ser adicionadas a bebidas ou comida, e de sementes de girassol um punhado, aproximadamente 30g."

Agora, se você não é muito adepto das sementes, existem outros alimentos que pode te ajudar na tarefa de cuidar do coração como castanhas, amêndoas e nozes, que são fontes de gorduras insaturadas e magnésio, nutrientes que auxiliam no combate à hipertensão. Mas, cuidado para não abusar na quantidade, pois as oleaginosas são altamente calóricas. A porção recomendada por dia é de seis unidades. Segundo a nutricionista, as pessoas hipertensas ou que têm histórico de hipertensos na família devem priorizar um cardápio composto por frutas, verduras, legumes ricos em potássio, cálcio e magnésio. Os cereais integrais como arroz, aveia e farelo de trigo também não devem ficar de fora. Manter o corpo hidratado também é muito importante, pois isso, procure ingerir no mínimo dois litros de água por dia. "O suco de uva também tem efeito protetor contra doenças do coração", completa.

A nutricionista ainda ressalta que para prevenir a hipertensão reduzir do consumo de sódio é essencial e dá as dicas: "substitua o sal comum por sal light - que tem teor reduzido de sódio; use mais condimentos naturais - alho, cebola, orégano, manjericão, alecrim, entre outros; os temperos e salgadinhos industrializados como patês, manteiga e margarina salgadas, carnes processadas também têm bastante quantidade de sal e, por esse motivo, devem ser evitados assim como as frituras e o excesso de cafeína", pontua Flávia.

Por Paula Perdiz

Comente

Últimas