Ambiente escolar para crianças asmáticas

As salas de aula devem ser bem ventiladas e livres de mofos, ou odores fortes de produtos de limpeza

Ambiente escolar para crianças asmáticas

Os asmáticos sofrem sérios problemas respiratórios, e em um momento de crise parece que o ar não chega aos pulmões. Os principais sintomas da doença são falta de ar, tosse seca, chiado e opressão no peito. Outros sinais que desencadeiam a asma são o pólen, mofo, ácaros, fumaça de cigarro, poluentes do ar, gases químicos, inseticidas e poeiras.

A asma, enfermidade inflamatória crônica das vias aéreas, acomete pessoas de todas as idades, mas é na infância que se manifesta. Você que tem filhos asmáticos deve conversar bastante com o pequeno e, em parceria com o médico, explicar a doença, os fatores desencadeantes e como evitá-los.

A escola tem de ser informada sobre a doença de seu filho e tem participação fundamental no controle da doença. É importante também você observar se o ambiente está livre, se as salas de aula são bem ventiladas, sem mofos, bichos de pelúcia ou odores fortes de produtos de limpeza, ou se há fumaças de cigarro, que complicam ainda mais a respiração dos pacientes.

Outra dica é checar se há profissionais qualificados para atendimentos e acompanhamentos nas atividades físicas, como enfermeiros, ou se há algum plano emergencial para uma criança com asma. Caso não haja nenhuma dessas alternativas na escola, converse com a diretora e/ou professora para ajudar a criança e tornar o dia a dia mais amigável e saudável.


Por Natália Farah

Comente

Últimas