Ambiente harmônico evita crise em esquizofrênicos

Os especialistas sugerem que haja tolerância com o paciente e o ambiente social e familiar tenha harmonia

Ambiente harmônico evita crise em esquizofrênicos

Um mistério da medicina, a esquizofrenia tem causas e cura desconhecidas pelos estudiosos. A doença psiquiátrica endógena se caracteriza quando a pessoa perde o contato com a realidade e torna-se indiferente a tudo o que se passa ao seu redor. O paciente ouve vozes que ninguém mais escuta e imagina estar sendo vítima de um complô diabólico tramado contra ele.

Na atualidade, o acompanhamento médico e medicamentoso controlam a enfermidade e a pessoa pode ter uma vida normal. O problema surge quando o paciente tem recaídas, geralmente originárias das medicações, disfunção cognitiva e dificuldade de processar informações do ambiente. Ele tem personalidade difícil, o ambiente social e familiar é estressante ou superestimulante.

Com atitudes simples, muitas vezes, torna-se possível evitar crises e um descontrole total da doença. Os especialistas sugerem que haja tolerância com o paciente e o ambiente social e familiar tenha harmonia. Outra forma é alinhar o tratamento com equipe multidisciplinar que envolva médicos, psicoterapeutas, psicólogos e o apoio da família.

Estima-se que cerca de 1% da população mundial, ou seja, 67 milhões de pessoas sofram com os embates causados por um dos distúrbios mentais, entre eles alucinações, delírios, incoerência, comportamento caótico e apatia. Especialistas afirmam que a presença da família e a informação sobre a doença são fundamentais no tratamento do esquizofrênico, que não é agressivo como muita gente pensa.

Natália Farah


Comente

Últimas