Animais trazem benefícios à saúde humana

Animais trazem benefícios à saúde humana

Os animais de estimação são capazes de oferecer grande parceria aos seus donos.

No entanto, algumas pessoas acham o mercado voltado aos "pets" um pouco exagerado. Atualmente existe hotel, cabeleireiro particular, hospitais 24h com ultra-som e todos os tipos de exames, academia com hidroginástica e personal trainner, serviço de leva e traz (delivery), agência matrimonial, cemitérios, rações lights e diets, fora os supermercados específicos para animais, onde sua entrada não é proibida e aparentemente são eles que levam os donos para passear.

Na verdade, criar um animal de estimação em casa de forma adequada ou apenas o contato constante com eles traz muito mais benefícios para o ser humano do que ele imagina.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na cidade de São Paulo há um animal para cada 3 habitantes. Geralmente os bichinhos são procurados para aumentar as famílias e fazer companhia. Mas logo tornam-se alvo de mimos e diversão.

Animais em tratamentos emocionais

O contato com animais vai muito além da companhia que proporcionam. Um pequeno tempo diário dedicado a eles funciona como uma terapia ao ser humano. Conversar e brincar com animais pode diminuir o estresse, sem contar o carinho que eles são capazes de doar. Quem tem animal de estimação sabe a sensação de chegar em casa depois de um dia de trabalho cansativo e ser recebido com festa. Isso deixa qualquer um mais feliz.

A sensação de alegria libera endorfina ao cérebro, um hormônio capaz de relaxar o ser humano, colaborar com seu bem-estar, controlar a pressão sanguínea e a melhorar o sono. Por isso, algumas pessoas, mesmo que inconscientemente, se dedicam tanto aos animais e se sentem melhor com esse contato.

Além de dar carinho, divertir, acalmar e fazer companhia, os bichos de estimação podem desempenhar um papel ainda mais nobre, ajudando nas perdas pessoais, por exemplo. Estudos feitos com pessoas que perderam seus cônjuges mostram que os donos de animais estão menos propensos à depressão e à sensação de isolamento.

Segundo o veterinário Rafael Pires de Camargo, de São Paulo, a procura por animais de estimação tem uma explicação simples. "Hoje em dia as pessoas se isolam mais e tentam suprir a solidão com animais de companhia. Eles dão bem menos trabalho do que os seres humanos e são muito mais compreensivos", diz o especialista. Camargo, que é responsável por um canil com animais para doação no interior do Estado, afirma que a maioria dos seus clientes é mulher de meia-idade.

Além das mulheres, dois perfis são aparentemente ligados à criação destes seres, os idosos e as crianças. Geralmente os idosos têm a vida menos ativa, passam mais tempo dentro de casa e procuram distrações. Então, os animais apresentam-se como grande atrativo para eles, pois assim têm com quem conversar e de quem cuidar.

Quanto às crianças, a afeição aos animais é nítida. A convivência desperta seu lado mais sensível e carinhoso. Elas aprendem a respeitar o espaço dos bichos, às vezes mais do que dos próprios pais. "As crianças vêem os animais como um amigo, um colega com quem possam brincar, mas que não têm as mesmas capacidades motoras e desenvolvimentos que elas. A criança passa a ter então a noção da diferença entre os seres e automaticamente aplica isso no dia-a-dia", explica a terapeuta Ana Maria Cabrera. A psicóloga recomenda regularmente o contato com animais a seus pacientes.

Uma pesquisa realizada pela Universidade britânica de Cambridge, em 2002, comprova que a maioria das pessoas que adquirem cães desenvolve segurança e auto-estima.

Por essas e outras razões não se deve desprezá-los.

Animais no tratamento da saúde

Nos Estados Unidos, mais de dois mil programas chamados PAT (Pet is a Terapy) levam animais para visitar doentes, pessoas desamparadas, crianças com doenças crônicas e idosos. Na capital paulista não é diferente. "Não é apenas em casa que os animais apresentam benefícios à saúde. Muitos hospitais e centros de saúde já utilizam animais de estimação como método de tratamento de seus pacientes. Em São Paulo, o Hospital Pediátrico Nossa Senhora de Lourdes é um exemplo disso. Qualquer criança que precisa ficar longos períodos internada ou passa por tratamentos mais intensivos recebe visitas de animais diariamente", afirma o veterinário Rafael Pires de Camargo.

Baseada em cuidados com cavalos, desde passeios até escovações, a equinoterapia também traz benefícios à saúde. "A equinoterapia é um tratamento auxiliar para adultos em recuperação e crianças com deficiência mental. Ela apresenta resultados fantásticos", garante Camargo.

Com estudos científicos essas influências animais só tendem a aumentar.

Comente

Últimas