Aplicativo minimiza gagueira em portadores de Parkinson

Pesquisadores vão testar novas ferramentas para auxiliar no tratamento da doença

Aplicativo minimiza gagueira em portadores de park

Na Europa, pesquisadores portugueses vão testar nos próximos meses ferramentas favoráveis aos portadores de Parkinson. Isso porque além dos tremores, é frequente que a gagueira também se manifeste como um sintoma associado à doença, trazendo ao paciente uma grande insegurança em relação à sua fala.

Os smartphones, celulares com inúmeras funções incluindo o acesso à internet, apresentam diariamente aplicativos modernos e até então inimagináveis, que vão de um simples toque às mídias sociais a programas que se tornam parceiros de pacientes em tratamento de doenças crônicas.

O projeto intitulado Rempark tem em vista o desenvolvimento de uma aplicação que gere estímulos auditivos e vários sensores que permitem avaliar, remotamente, o estado dos membros motores do paciente. Além de detectar movimentos involuntários durante a locomoção.

A solução vai ser testada, em Portugal, com 60 pacientes de quatro unidades clínicas. Eles esperam resultados positivos em uma ferramenta desenvolvida para lembrar os pacientes de tomar os remédios ou que o sistema possa detectar algum novo sintoma.

Aplicativo melhora gagueira

Os donos de celulares com sistema iOS (iPhone) e Android já têm à disposição um dispositivo chamado ‘DAF Assistant’, que ajuda pessoas com problema de gagueira. Ele funciona assim: por uma fração de segundo, ele atrasa o retorno auditivo da voz do paciente e cria a ilusão de que a pessoa está falando junto com outra. Isso facilita a manutenção da fluência e a torna menos sujeita a rupturas. Os especialistas estão apelidando o sistema de ‘efeito coro’.

Para o inglês Mark Wilson, portador de Parkinson, a experiência de usar o aplicativo DAF foi imediata. "Ele soa no meu ouvido como se houvesse um eco repetindo tudo o que eu digo de volta para mim. Mas para o ouvinte, soa como se eu estivesse falando perfeitamente normal", disse ele. "É um pequeno milagre que me devolveu meu velho eu."

Natália Farah


Comente

Últimas