Benefícios dos produtos orgânicos para saúde

Mais nutrientes e mais sabor!

Benefícios dos produtos orgânicos para saúde

De acordo com a empresa especializada em pesquisa de mercado, GfK, 42% dos brasileiros nunca consumiram produtos orgânicos. Será mesmo que os produtos orgânicos são bons para a saúde? O que são? Quais são seus benefícios?

Os alimentos orgânicos são produtos cultivados com alternativas que respeitam o meio ambiente, livre de química, por isso são melhores para a saúde. Eles são cultivados com sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo. Os animais são criados sem a adição de antibióticos, hormônios ou anabolizantes em sua alimentação.

Os orgânicos são diferentes dos produtos comuns que contêm em sua composição agrotóxicos, drogas veterinárias, alumínio, chumbo, mercúrio, dentre outras químicas. Para entender o que estas substâncias representam no organismo, ao ingerir alimentos comuns a pessoa também consome em grande quantidade metais pesados, nitrato, benzeno, entre outros aditivos que podem causar até câncer.

A influência dos produtos com estas substâncias é tão intensa na saúde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de produtos livres de aditivos para diminuir o índice de doenças alimentares, que alcançam 70% das pessoas no mundo.

Dentre as doenças que podem ser provocadas pelas químicas compostas nos alimentos comuns são as inflamações de estômago, diarreia, alergia e intoxicação alimentar, doenças degenerativas - diabetes, depressão, insuficiência cardíaca, etc. -, câncer, infertilidade e até Mal de Alzheimer e de Parkinson.

Segundo pesquisadores norte-americanos, só nos EUA 15 milhões de pessoas têm alergias alimentares por causa dos agrotóxicos.

Apesar de todos os benefícios, o consumo e produção de alimentos orgânicos ainda são baixos. Em 2006, por exemplo, o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística registrou 4,93 milhões de hectares de área destinada ao cultivo de produtos orgânicos. Os alimentos comuns têm mais do dobro de espaço reservado.

O número pode ser preocupante não só para quem consome e procura pelos produtos orgânicos - como a produção é baixa, os preços geralmente sobem -, mas também podem ser ruins para a saúde dos agricultores. Os agrotóxicos são responsáveis por alergias e complicações na saúde de quem produz o alimento com aditivos.

Além disso, a produção de alimentos orgânicos evita a erosão do solo, por meio de técnicas que respeitam a natureza, como o plantio consorciado e compostagem que mantêm o solo fértil e produtivo. O tipo de cultivo também garante a biodiversidade, protegendo animais de ingerirem compostos químicos. A energia também é economizada, com o uso de matéria orgânica e longe de petróleo - comum na agricultura tradicional para a o uso de agrotóxicos.

Veja mais benefícios dos alimentos orgânicos:

- São funcionais e fazem bem para a pele. De acordo com pesquisadores da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, os alimentos livres de agrotóxicos conseguem ser até 69% mais antioxidantes que os comuns.

- É mais nutritivo. Segundo uma pesquisa feita em Chicago, EUA, e publicada no JournalofAppliedNutrition, os alimentos orgânicos têm 118% a mais de magnésio, 125% de potássio, 63% de cálcio e 73% de ferro.

- Tem mais vitaminas. Pesquisadores da Universidade do Estado de São Paulo (UNESP) descobriram que os alimentos orgânicos contêm mais vitamina A, importante para o crescimento, ossos, visão, desenvolvimento e manutenção dos tecidos do corpo (músculo e pele).

- Tem mais sabor. Os compostos químicos usados no solo fazem com que os alimentos comuns percam o gosto original, junto com suas propriedades. Por isso, os produtos orgânicos têm uma concentração de sabor maior que os demais.

Por Caroline Sarmento


Comente

Assuntos relacionados: alimentação saúde produtos orgânicos

Últimas