Caxumba: temperaturas frias contribuem para o aumento dos casos

A permanência em locais fechados, bastante comum no outono e inverno, facilita a contaminação pelo vírus transmissor da doença

A caxumba é uma doença altamente contagiosa, transmitida pelo vírus Paramyxovirus, por meio de contato direto com gotículas de saliva de pessoas infectadas. A doença causa bastante desconforto quando latente, por conta da parotidite viral, que consiste no inchaço das glândulas salivares. Em casos mais graves, essa pode evoluir para um quadro de meningite e até surdez. Por isso, a vacinação entre 12 a 15 meses de vida da criança é tão importante.


Os surtos da doença costumam ocorrer principalmente nas épocas mais frias do ano, pois é maior a permanência das pessoas em locais fechados, o que facilita bastante a transmissão do vírus. Como as crianças têm seu organismo mais frágil que o dos adultos, são o público alvo mais atingido.

Os sintomas incluem febre alta, aumento das glândulas salivares próximas ao ouvido, dor de cabeça, fadiga e dificuldade para mastigar e salivar. Apesar de na maior parte das vezes a caxumba ser tratada naturalmente pelo organismo como qualquer infecção viral, ao sinal de qualquer um dos sintomas, recomenda-se que um médico seja procurado, a fim de evitar complicações.

E como forma de prevenção, recomenda-se manter os ambientes sempre bem arejados, além de evitar o contato das mãos com olhos, nariz e boca quando não estiverem limpas, em especial ao chegar da rua. Lave-as sempre muito bem e mantenha bons hábitos de higiene também, assim você previne não somente essa como outras doenças.

Comente

Assuntos relacionados: saúde caxumba doença inverno outono

Últimas