Como congelar alimentos cozidos

Nutricionista e personal diet dá dicas de como preservar os nutrientes dos alimentos

Como congelar alimentos cozidos

Preparar as refeições e congelá-las é a melhor forma de consumir alimentos saudáveis ao longo da semana sem perder muito tempo na cozinha. Afinal de contas, disponibilidade para passar algumas horas todos os dias no fogão é privilégios de poucos profissionais nos dias de hoje.

Mas é preciso tomar alguns cuidados na hora de conservar estes alimentos. A nutricionista e personal diet Aline Rodrigues lembra que existe uma diferença entre manter os alimentos preparados no congelador e no freezer. Um congelador comum mantém os itens a uma temperatura aproximada de 0ºC a 4ºC. Já o freezer congela a -10ºC ou menos.

"Esse fator é o que garante a boa conservação dos alimentos. Quanto mais baixa a temperatura, maior a garantia de que o preparo não desenvolverá fungos e bactérias e irá manter suas características nutricionais", explica a profissional. Portanto, o certo é deixar no congelador somente os alimentos crus e preparados que forem utilizados em um curto período de tempo.

E atenção: nem todos os alimentos podem ser congelados. A Dra. Aline faz uma listinha: "Ovo com casca, maionese, batata, creme de leite, queijos cremosos, macarrão sem molho, cremes engrossados, chantilly, iogurte, pudins em geral e alimentos que já foram congelados."

Já alguns alimentos fritos podem passar pelo processo de congelamento. A nutricionista orienta que estes devem ser distribuídos em uma assadeira e levados ao freezer. Depois de ficarem bem congelados, é só colocar em saquinhos, retirar o ar e manter no freezer. "Quando for utilizar retire do freezer um pouco antes, para ir descongelando. Coloque em uma assadeira e leve ao forno tradicional até ficarem crocantes por fora e aquecidos por dentro". Dra. Aline não aconselha deixar os alimentos fritos no freezer por mais de dois meses.

A preparação cozida pode ser levada ao freezer em potes de plástico previamente esterilizados com água quente e bem enxutos. Lembre-se de que os alimentos devem estar totalmente frios. "Nunca encha o pote até o limite, deixe um espaço de mais ou menos dois dedos. Porque, quando o conteúdo congela, aumenta seu volume e pode quebrar o pote ou até estourar a tampa", alerta. "No caso do molho de tomate, coloque-o em sacos plásticos específicos para congelamento. A gente consegue tirar todo o ar congelando no freezer em pequenas porções", completa.

Para fazer o descongelar tire o pote do freezer no dia anterior e deixe-o na geladeira. Jamais o descongele em temperatura ambiente. "A superfície do alimento descongela antes do centro, permitindo proliferação de microorganismos", esclarece. "Caso for necessário descongelar o alimento na hora de ser consumido, coloque-o em água corrente ou dentro de uma cuba higienizada cheia de água, trocando essa água a cada cinco ou 10 minutos no máximo."

Dra. Aline fez uma listinha de algumas carnes cozidas que podem ser congeladas, e do tempo em que podem permanecer no freezer. Confira:

Bifes: podem ser congelados simples, à milanesa, prontos para fritar ou já fritos. Congele-os abertos. Quando for fritar, coloque direto na frigideira. Em outros casos, descongele na geladeira. Duração: de oito a 12 meses (simples) e três meses (à milanesa).

Bucho: cru leve direto ao freezer, já cozido, deixe primeiro em temperatura ambiente e depois leve ao freezer. Duração: três meses.

Cabrito, carneiro, vitela: podem ser congelados crus, cozidos ou assados, primeiro permanecendo em temperatura ambiente ou na geladeira e, posteriormente, levados ao freezer. Duração: nove meses.

Porco (lombo, pernil, costeletas): podem ser congelados crus, cozidos ou assados, primeiro permanecendo em temperatura ambiente ou na geladeira e, posteriormente, levados ao freezer. Duração: seis meses.

Quibes, almôndegas e hambúrgueres: congele em aberto e depois coloque em sacos plásticos. Não tempere demais. Descongele direto para a frigideira ou microondas. Duração: de três e seis meses.

Bacon e presunto: em fatias e pequenas porções. Se estiverem em geladeira, leve direto ao freezer. Duração: de dois a três meses.

Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Últimas