Como conviver com as varizes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Conheça os principais tratamentos para se livrar ou amenizar o problema

Como conviver com as varizes

Existem várias maneiras de tratar as varizes, aqueles vasinhos escuros, chatos e que insistem em aparecer na perna de muita gente. Como uma das razões para eles aparecerem é genético, ou seja, querendo ou não elas vão surgir em algum momento, o jeito é saber lidar com esse incômodo estético e algumas vezes dolorido.

Nesse caso, é importante buscar ajuda médica para receber orientações do uso correto de medicamentos e tratamentos específicos para o problema. Há pessoas que vão precisar de compressão elástica, as meias, outras apenas ‘secar’ os vasinhos pela técnica da escleroterapia ou ainda há necessidade cirúrgica. Saiba alguns dos tratamentos mais indicados.

Cirurgia

A operação é o método mais seguro no tratamento de varizes de grosso calibre e, ainda hoje, o que oferece menos riscos. Os médicos "desligam" a veia doente em dois pontos, retirando-a em seguida. A cirurgia não exige muitos dias no hospital e a recuperação pode levar de uma a três semanas, dependendo do caso.

Escleroterapia química

Tratamento mais indicado para pequenos vasos. O médico injeta uma substância no interior da veia doente, forçando a circulação a ser feita pelas veias próximas.

Crioescleroterapia

Semelhante à escleroterapia química, com uma diferença: a temperatura da substância injetada é de 40 graus negativos. O frio intenso destrói as paredes internas do vaso, que desaparece sob a pele. Não é preciso internação e é indicado para vasos e varizes pequenas.

Radiofreqüência

Método muito semelhante ao laser, este gera um aquecimento menos perceptível ao paciente. O procedimento é muito recente no País: foi lançado em abril de 2009, no congresso internacional de cirurgia vascular.

Fototermólise - (Laser) destruição pela energia luminosa.

Estes outros tipos de tratamento ainda não substituem uma escleroterapia podendo apresentar manchas brancas, muitas vezes definitivas e, nas pacientes morenas e naquelas que tomaram sol recentemente, manchas escuras; mesmo a úlcera cutânea (necrose cutânea) pode ocorrer, além de o tratamento ser de alto custo.

Previna-se!

• Controle o peso: a obesidade contribui para o aparecimento das varizes;

• Evite banhos muito quentes e sauna, o calor ajuda a dilatação das veias;

• Alimente-se com pouco sal. O excesso desse ingrediente causa retenção de líquidos;

• Repouse 30 minutos com as pernas levantadas;

• A meia-calça é indicada em alguns casos, mas somente um médico vai poder avaliar e dizer o que é melhor para cada paciente;

• Movimente-se! Faça mais exercícios, ande mais e alongue-se.


Por Natália Farah

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas