Cuidado com a poluição sonora

Cuidado com a poluição sonora

Não importa em que cidade você mora ou o que você faz durante o dia, você está exposta a poluição sonora. Afinal, faltam lugares de onde "saia" tanto barulho. São os veículos nas ruas, sirenes de ambulâncias, ônibus, carros e motos com escapamento furado, acelerações e freadas bruscas, buzina em excesso, alto-falante, etc.

Quem fica exposto a tanto barulho pode apresentar problemas de saúde grave, chegando até a perda auditiva. De acordo com a fonoaudióloga Isabela Pereira Gomes, estresse, irritabilidade e zumbido são os sintomas mais comuns apresentados por quem se expõe a ruídos intensos diariamente.

"O grande problema será a perda auditiva, na maioria das vezes irreversível, que pode ocorrer dependendo da intensidade do som, a frequência de exposição e a predisposição do indivíduo exposto ao ruído.", alerta.

Isabela explica que um dos primeiros sintomas da possível perda de audição pode ser o zumbido constante, mas principalmente a dificuldade para entender alguns sons, especialmente em ambientes barulhentos.

"O ideal é que as pessoas façam uma avaliação auditiva a cada ano para saber como está sua audição. E no caso de ser detectada uma perda auditiva, esta deve ser avaliada pelo médico otorrinolaringologista para que se defina o melhor tipo de tratamento. Normalmente, as perdas auditivas causadas pelo ruído são irreversíveis e o tratamento sugerido é a utilização de prótese auditiva."

Qualquer som acima de 85 decibéis pode causar surdez. A perda auditiva depende tanto da potência do som como do período de exposição ao ruído. Para se saber se o barulho está atingindo 85 decibéis é só verificar se é preciso elevar a voz para outra pessoa conseguir ouvir.

A exposição, por exemplo, a um som de 90 decibéis por oito horas pode causar danos aos ouvidos. Se a exposição for a um som de 140 decibéis, como é o caso do disparo de um tiro ou de um rojão, a curta distância, um segundo já é o bastante para prejudicar a audição.

"Pessoas que trabalham na rua, como policiais, guardas de trânsito, entre outros, podem ter perda auditiva induzida por ruído. Até mesmo funcionários de lojas situadas em vias muito barulhentas precisam mais tomar cuidado.", explica Isabela.


O barulho freqüente pode ocasionar problemas graves de audição no longo prazo, entre 10 e 15 anos. No dia a dia, a fonoaudióloga indica que as pessoas utilizem algum equipamento de proteção sonora, pois o ruído está cada vez mais intenso nas ruas das grandes cidades, esses protetores auriculares devem ser feitos sob-medida.

Comente

Últimas