Depressão é comum em portadores de esquizofrenia

Pesquisas indicam que em cada 100 pacientes, 25 terão depressão em qualquer estágio da doença

Depressão é comum em portadores de esquizofrenia

Os portadores de esquizofrenia quase sempre são diagnosticados com sintomas produtivos e negativos. Os produtivos, de acordo com o médico-psiquiatra e professor de psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (em entrevista ao site do Drauzio Varella), Wagner Gattaz, são basicamente delírios e alucinações, enquanto os negativos são, em geral, os primeiros sintomas e os mais resistentes ao tratamento.

É nesse momento que o paciente não tem mais vontade de fazer atividades que estava acostumado a fazer, como ir ao trabalho ou à escola, fica distante do mundo real, não se alimenta direito nem cuida da higiene pessoal.

O quadro pode se agravar ainda mais quando surgem sintomas depressivos, muito comuns em portadores da doença. Pesquisas indicam que em cada 100 pacientes, 25 terão depressão em qualquer estágio da doença. E em uma comparação semelhante, ao menos 60 pessoas já foram apontadas com o distúrbio.

A depressão, no esquizofrênico, pode incitá-lo a pensar que a doença foi mal prognosticada, que os sintomas tendem a piorar, que toma remédios demais e até em suicídio. Nesses casos, é aconselhável sempre em sintonia com a família avisar os médicos responsáveis pelo caso e envolver uma equipe multidisciplinar.


Por Natália Farah

Comente

Últimas