Dia Nacional da Mamografia

Dia Nacional da Mamografia

Mesmo com várias campanhas sobre a importância de se realizar a mamografia ainda observamos poucos incentivos por parte do Sistema Único de Saúde.

Quem depende do SUS para fazer o exame é preciso enfrentar longas filas. Outro problema é a má distribuição de equipamentos no país. Para se ter uma idéia, conforme o Cadastro Nacional dos Equipamentos de Saúde (CNES), a região Sudeste conta com 703 mamógrafos para atendimento pelo SUS, enquanto a região Norte tem 72 (no estado de São Paulo são 347 e no Acre, somente um).

A fim de aumentar as discussões e iniciativas sobre esse assunto, o dia 05 de fevereiro foi instituído como Dia Nacional da Mamografia, principalmente para que muitas brasileiras se conscientizem da necessidade desse exame.

Vale lembrar que para detectar o câncer de mama não basta apenas o auto-exame. De acordo com a Associação Brasileira de Câncer (ABCÂncer), os exames de imagem é que enxergam alterações ainda não palpáveis, antes de se transformarem em nódulos perceptíveis durante o toque.


"A mamografia continua sendo o método soberano e primeiro exame a ser feito em mulheres a partir dos 40 anos, porém a densidade das mamas mais jovens requer um método com maior sensibilidade para a detecção precoce da enfermidade. O diagnóstico e conseqüente tratamento do câncer de mama no seu estágio inicial aumenta significativamente as chances de cura em mulheres jovens", explica a radiologista Cristiane Mendes.

Com o passar dos anos a mamografia digital também está começando a ser usada. A sua principal vantagem é que o médico pode manipular e olhar imagem enquanto faz o exame, e ainda observar o diagnóstico na hora. Os especialistas a indicam para mulheres mais jovens e idosas.

Fonte - Associação Brasileira de Câncer (ABCÂncer)

Comente

Últimas