Diabetes e automonitoramento - um toque por uma vida mais saudável

Você sabe controlar seu diabetes? Veja as dicas do MaisEquilíbrio que vão te ajudar a viver melhor e com mais saúde
Conteúdo produzido especialmente para: OneTouch®
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Diabetes e automonitoramento - um toque por uma vida mais saudável

Você sabia que o diabetes é considerado pela Organização Mundial de Saúde uma epidemia? Só no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, são mais de 14 milhões de portadores da doença e cerca de 500 novos casos são diagnosticados por dia. 90% deles são do tipo 2, ocasionado principalmente por maus hábitos alimentares, excesso de peso, sedentarismo etc.

Se você tem diabetes, é importante conhecer a doença e aprender a controlá-la para evitar complicações. Pacientes diabéticos têm de duas a quatro vezes mais chances de sofrer um infarto ou acidente vascular cerebral do que uma pessoa que não tenha a doença[1].

Da mesma forma, 65% dos pacientes estão em risco de ter ou já têm algum grau de disfunção renal, condição que triplica o risco de eventos cardiovasculares[2]. As consequências do diabetes incluem ainda disfunção sexual, alterações oculares como retinopatia e risco de cegueira e, ainda, problemas de circulação nos membros inferiores.

Uma das formas mais eficazes de controlar o diabetes é verificar com frequência as taxas de glicose com a ajuda de um glicosímetro (aparelho que mede os níveis de açúcar a partir de uma gotinha de sangue). Com isso, você pode ver o aumento ou diminuição desses níveis e, assim, tomar as atitudes necessárias para a sua normalização. Infelizmente, muitos pacientes ainda não têm esse hábito. Estima-se que somente 74% dos pacientes tipo 1 e 38,5% dos pacientes tipo 2 sejam usuários de medidor de glicemia[3].

A escolha do medidor de glicose adequado é fundamental para um monitoramento com precisão e rapidez, por isso, a dica do Mais Equilíbrio é o OneTouch®, que, com apenas uma gota de sangue é capaz de mostrar os resultados do exame em cinco segundos.

Com memória para 500 medições, o medidor OneTouch® UltraMini mostra a data e hora, é discreto e cabe no bolso. Vale lembrar que só o médico deve indicar qual a frequência diária de monitoramento dos níveis de açúcar no sangue. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, as medições devem ser feitas frequentemente, e em horários diferentes: antes do desjejum e duas horas após as refeições.

Confira quatro dicas que para o controle efetivo do diabetes:

Checar: Verificando regularmente o nível de glicose

  • O objetivo de medir diariamente o nível de açúcar no sangue é obter informação detalhada sobre estes níveis em diferentes momentos do dia.
  •  
  • Essa informação poderá ajudar o paciente e a equipe médica a fazer algumas modificações relacionadas à ingestão de alimentos, atividade física, medicação e estresse, já que são de grande importância no tratamento diário.
  •  
  • Estes momentos diários ajudarão a melhorar o controle da glicemia e motivar o paciente a tomar ações para prevenção de complicação do diabetes.
  • Controlar: Controlando o diabetes

  • Controlar o diabetes significa evitar níveis baixos (hipoglicemias) e altos (hiperglicemias) de açúcar no sangue e alcançar um controle glicêmico em longo prazo por meio de um nível A1C aceitável.
  • O controle do diabetes deve ser feito com o uso de medicamentos prescritos pelo médico, com medição do nível de açúcar regularmente e obtendo experiências e informações sobre o controle do diabetes.
  • Consumir: Alimentando-se com comida saudável

  • Ter diabetes não significa que o paciente não poderá mais experimentar alimentos saborosos e muito menos que a dieta será feita de refeições com “gosto ruim”.
  • Para o paciente ter uma boa alimentação, é necessário conhecer os diferentes grupos de alimentos, o impacto no nível de açúcar e o tamanho correto das porções.
  • Cuidar: Cuidando do corpo e da mente

  • Açúcar em excesso no sangue por muito tempo pode causar problemas de saúde relacionados ao diabetes.
  • Este nível alto de açúcar pode fazer mal a muitas partes do corpo, como o coração, vasos sanguíneos, olhos, extremidades e rins.
  • Adicionar pequenos momentos para o cuidado do corpo e da mente, como atividade física, poderá significar muito para diminuir o risco de problemas de saúde relacionados à doença.
  • Para saber mais sobre os produtos OneTouch®, acesse o site: http://www.onetouchla.com/br

    Por Thamirys Teixeira

    __________________________________________

    [1] Kaul S, Bolger AF, Herrington D, et al: Thiazolidinedione drugs and cardiovascular risks: a science advisory from the American Heart Association and American College of Cardiology Foundation. Circulation 2010; 121: 1868-77.

    [2] International Diabetes Federation, Internacional Society of Nephrology: Diabetes and kidney disease. time to act. Brussels, 2003.

    [3] Chan, J.C. N. Op cit

    • Facebook
    • Pinterest
    • Twitter
    • Google+

    Comente

    Últimas