Dicas para evitar micoses no verão

Dicas para evitar micoses no verão

A umidade e alguns hábitos mais comuns no verão colaboram para surgimento de micoses. Tudo começa com uma coceira e ardência em alguma região do corpo, seguida por alterações na pele como pequenas bolhas de água, descamação, vermelhidão e fissuras. Nem sempre é tão fácil diagnosticar os primeiros sinais da micose, mas o importante mesmo é evitá-la.

A micose é causada por fungos invisíveis a olho nu, além de ser uma infecção incômoda e muitas vezes resistente.

Alguns hábitos facilitam o surgimento do problema, entretanto, algumas pessoas também podem apresentar tendência para a infecção, como lembra o Dr. Luiz Guilherme Martins Castro, coordenador da área de Dermatologia do Laboratório Fleury. "Quando a pessoa possui uma constituição física que impacta, por exemplo, em sua imunidade, ela pode ser mais afetada pela micose. Este é o caso de pessoas com deficiência do sistema imunológico, como aquelas que possuem diabetes ou estão em tratamento de doenças como o câncer, perfis da população que precisam redobrar os cuidados com a saúde dos pés", afirmou.

Mas com pequenas alterações nos hábitos rotineiros, é possível diminuir a probabilidade de apresentar a micose. Veja quatro dicas para manter o problema bem longe de você:

- Não ande descalço em áreas públicas, como academias, saunas e piscinas;

- Procure não compartilhar objetos de uso pessoal como calçados, roupas e toalhas;

- Evite usar o mesmo calçado todo dia, desta forma, ele pode ser ventilado;

- Após o banho, seque bem os dedos e outras dobras do corpo.

Por Catharina Apolinário

Comente

Assuntos relacionados: saúde verão pele dicas coceira micose

Últimas