Dieta rica em nutrientes colabora no combate a asma

Estudos mostram que uma alimentação com pouca gordura e fortalecida em frutas e vegetais auxilia no tratamento da asma

Dieta rica em nutrientes colabora no combate a asm

Quando o assunto é saúde as prescrições médicas devem ser levadas a sério, seguindo à risca as recomendações dos profissionais em tomar os remédios no horário e não interromper o tratamento sem autorização. No dia a dia, outras cautelas podem ser acrescidas, como manter uma dieta saudável e rica em nutrientes, que ajudam no controle de doenças.

Estudos mostram que uma alimentação com pouca gordura e fortalecida em frutas e vegetais auxilia na manutenção da saúde respiratória, e pode ser a chave para a vida saudável de quem sofre de asma.

O maior estudo feito sobre asma na infância foi realizado, em 2009, por pesquisadores dos institutos de saúde da Alemanha, Espanha e Inglaterra. Os pesquisadores comprovaram a interferência da comida na manifestação da asma. Por 10 anos, eles acompanharam 50 mil estudantes entre 8 e 12 anos. Os casos de infecção respiratória foram igualmente distribuídos em diferentes classes sociais, mas foram até duas vezes menos recorrentes entre aqueles que consumiam frutas, peixes e legumes três vezes por semana ou mais.

O magnésio, por exemplo, encontrado no abacate, quinoa e na semente de girassol podem auxiliar no relaxamento dos pulmões e também a reduzir a inflamação. Algumas pesquisas indicam que ele contribui para um sono tranquilo, uma vez que a insônia é muito frequente em pessoas com alergias e asma, por conta da tosse excessiva do paciente.

Acredita-se ainda que alimentos como a cereja, cebola roxa, frutas silvestres e a maçã, ricas em flavonóide quercetina, além de protegerem os pulmões, reduzem a liberação de histamina, e a quercetina tem propriedades antiinflamatórias.

O selênio, mineral antioxidante encontrado em peixes, ostra, castanha-do-pará e semente de girassol, com a vitamina E, protegem as células contra os danos causados pelos radicais livres. Tal ação protetora parece beneficiar as membranas das vias respiratórias.

Outra vitamina importante para o equilíbrio do sistema imunológico é a C, que funciona como antioxidante e ajuda a proteger os pulmões de poluentes ambientais, que sempre agravam os casos de asma. A vitamina é bastante encontrada em frutas cítricas.

Vale destacar que a asma é uma doença respiratória grave que merece cuidados especiais. Só em 2010, o Ministério da Saúde registrou 192.601 internações por asma em hospitais brasileiros. O número ainda é considerado alarmante pelos especialistas, mas representa uma redução de 51% quando comparado aos 397.333 casos notificados em 2000.


Por Natália Farah

Comente

Últimas