Fisioterapia no tratamento da asma

Melhorar o condicionamento físico e promover a reeducação do diafragma estão entre os objetivos da fisioterapia para asmáticos

Fisioterapia no tratamento da asma

A fisioterapia mostrou-se bastante eficaz no tratamento da asma, doença inflamatória crônica que afeta as vias respiratórias, pois não tem nada mais incômodo do que ter uma má respiração, processo que tem como função levar o oxigênio aos tecidos e eliminar o gás carbônico.

O diafragma é o principal músculo da respiração. Para que a distribuição de ar em todas as áreas do pulmão aconteça, a musculatura do tórax superior deve estar relaxada.

É nesse momento que entra a fisioterapia respiratória, método que utiliza técnicas de relaxamento, alongamento e fortalecimento dos músculos do corpo, além de promover a reeducação do diafragma.

O objetivo do tratamento fisioterápico é melhorar o condicionamento físico do asmático, proporcionando uma readaptação gradativa aos esforços físicos e encorajando o paciente a participar de atividades físicas em geral. Só assim a pessoa asmática poderá, não apenas controlar sua doença, mas melhorar sua qualidade de vida.

Como o asmático apresenta um bloqueio inspiratório, com o passar dos anos, a respiração errada provoca um desiquilíbrio de toda a musculatura do tórax podendo ocasionar o surgimento de deformidades torácicas. Nesse caso surge o tipo peito de pombo, peito escavado, depressão submamária, tórax em tonel, entre outras. Em casos mais graves há alterações da coluna vertebral.

Já a Reeducação Postural Global (RPG) está sendo utilizada modernamente em conjunto com a fisioterapia respiratória. Tudo para reestruturar a postura e a respiração ao mesmo tempo.

Natália Farah


Comente

Últimas