Fome oculta e emagrecimento

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Fome oculta e emagrecimento

Aproveitando a matéria da Folha de São Paulo do dia 23 de fevereiro próximo passado sobre fome oculta, achei oportuno comentar alguma coisa que poderá acontecer durante o emagrecimento.

Primeiramente gostaria de falar sobre a "trofobiose", ou seja, vida com alimento. Todo ser vivo sobrevive alimentando-se adequadamente. Se o alimento for totalmente aproveitado, não haverá sobras para hospedeiros indesejáveis como bactérias ou vírus. Isto quer dizer que uma pessoa bem alimentada terá sua vida normal e livre de doenças. Hipocrates já tinha esse conceito há muito tempo.

O aparecimento de uma doença depende tanto do agente patogênico (causador da doença) quanto da sensibilidade receptiva do organismo.

Fome oculta é um termo que define a carência de micronutrientes (vitaminas, minerais) que aparentemente não causam danos à saúde, mas vai baixando a resistência do organismo, atrapalhando seu metabolismo.

Rebeca de Angelis, química especialista em Nutrição e autora do livro "Fome Oculta", diz que essa carência atinge qualquer camada social. A classe pobre, porque não come o suficiente e a classe rica, que poderia fazer alimentação preventiva, porque não gosta de vegetais.

Realmente é isso que acontece. No meu consultório já atendi cliente de classe social alta que só se alimentava de arroz e carne. Sentia muita fraqueza, não tinha vontade de estudar, sem ânimo para a vida. Outro com anemia e 140 quilos de peso.

A organização Mundial de Saúde prioriza três carências nutricionais mundiais e tem plano preventivo para elas: a do IODO, a da VITAMINA A e a do FERRO. Se analisarmos pontualmente as regiões do Brasil, poderemos identificar carências de vários micronutrientes como cálcio, zinco, magnésio, vit. C, selênio etc. As maiores causas São a falta do conhecimento sobre alimentação, tabus e modismos.

Quero fazer uma correlação entre os métodos de emagrecimento e a fome oculta. Muitas dietas emagrecedoras preconizam às vezes um tipo de alimento só, ou apenas alguns deles. Exemplo: a dieta da sopa, ou berinjela com suco de laranja etc. Quem se restringe a apenas alguns alimentos não terá a nutrição completa e poderá vir sofrer as conseqüências de sua falta.

Uma boa forma de emagrecer saudavelmente é aquela em se come de tudo em quantidades suficientes, observando-se as leis da alimentação: quantidade, qualidade, harmonia e adequação.


É aceitável a pessoa que por ignorar os conhecimentos ou por pobreza não consegue se alimentar adequadamente, mas quando se faz um cardápio de emagrecimento, que ele seja apropriado. Adquira conhecimento. Atualmente não existe desculpa. Você que está lendo este artigo tem neste site os conhecimentos necessários para evitar a fome oculta.

Aguardo perguntas e sugestões.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas