Fumantes podem envelhecer mais rápido

É o que afirma pesquisa recente realizada nos Estados Unidos

Fumantes podem envelhecer mais rápido

Um estudo feito em Ohio, nos Estados Unidos, sobre os males do cigarro na pele das pessoas revelou que os fumantes envelhecem mais rápido que os não fumantes.

O estudo foi feito com base em dois grupos: um composto por gêmeos que nunca fumaram e seus irmãos fumantes, e outro de gêmeos que já foram fumantes, mas pararam há pelo menos cinco anos, e seus irmãos que continuam com o hábito.

Uma equipe avaliou marcas de envelhecimento, sem saber qual era o gêmeo fumante. No primeiro grupo, 57% dos irmãos que tinham aparência mais envelhecida eram fumantes. No segundo grupo, os fumantes com mais evidências da idade foram 63% dos avaliados. O estudo foi liderado pelo cirurgião plástico Bahman Guyuron.

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres), sejam fumantes.

Pesquisas comprovam que cerca de 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o comportamento de fumar.

O tabagismo é considerado a principal causa de enfisema pulmonar, doença pulmonar obstrutiva crônica, infarto e até câncer de pulmão.

Se os fumantes parassem de fuma agora:

• após 20 minutos a pressão sanguínea e a pulsação voltariam ao normal

• após 2 horas não haveria mais nicotina no seu sangue

• após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normalizaria

• após 2 dias o olfato já perceberia melhor os cheiros e o paladar e degustaria a comida melhor

• após 3 semanas a respiração ficaria mais fácil e a circulação sanguínea melhoraria

• após 10 anos o risco de sofrer infarto do coração seria igual ao de quem nunca fumou, e o risco de desenvolver câncer de pulmão cairia à metade.

• após 20 anos o risco de desenvolver câncer de pulmão seria quase igual ao de quem nunca fumou.

Natália Farah


Comente

Últimas