Hora do Planeta: apagão contra o aquecimento global!

Precisamente às 20h30 do dia 28 de março, hora local, os geradores a diesel que fornecem energia às ilhas Chatham, um pequeno arquipélago a leste da Nova Zelândia, serão desligados anunciando o início da "Hora do Planeta 2009". A partir de então, símbolos do mundo inteiro farão o mesmo às 20h30, horário local de cada cidade.

Em protesto as consequências do aquecimento global e principalmente a falta de um acordo justo e eficaz no combate as mudanças climáticas, o ato simbólico da Rede WWF será promovido em todo globo para mobilizar pessoas, governos e empresas na questão do aquecimento.

Cerca de mil cidades vão apagar as luzes de seus principais pontos. Aqui no Brasil será o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o Teatro Amazonas, em Manaus. Também estão na lista a Torre Eiffel, em Paris, a Torre CN, no Canadá, a Ópera de Sidney, em Sidney e o Coliseu, em Roma.

A expectativa da Rede WWF é de que um bilhão de pessoas também desliguem suas luzes no mesmo momento: das 20h30 às 21h30, causando uma onda de apagão pelo planeta. Fazer esse gesto é uma pequena forma de dar a nossa contribuição.

"As negociações internacionais têm se mostrado mais lentas que deveriam. Não há mais tempo a perder. O aquecimento global deve provocar eventos climáticos mais frequentes como tempestades, furacões, secas e inundações e muitas espécies de plantas e animais simplesmente não vão conseguir se mover rápido o suficiente para sobreviver. Esperamos que esses líderes se motivem com a demonstração feita pela Hora do Planeta 2009 e agilizem suas discussões e decisões", alerta Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil.

Comente

Últimas