Insônia: o grande mal noturno tem solução

Insônia o grande mal noturno tem solução

Principal doença do sono, ela costuma afetar pessoas em estado de estresse e ansiedade.

A insônia, um dos sintomas mais comuns de doenças relacionadas ao assunto, é caracterizada pela incapacidade de começar a dormir ou de manter o sono. "Cerca de 50% da população brasileira sofre de insônia. Consideramos uma pessoa com insônia quando ela ultrapassa 30 minutos para começar o sono (o normal seria de 20 a 30 minutos)", afirma o Dr. Shigueo Yonekura, do Instituto de Medicina e Sono, de São Paulo.

A maioria dos casos de insônia tem ligação com distúrbios psicológicos, como depressão e ansiedade. Grande parte das pessoas com depressão sofrem com a alteração do sono. Segundo estimativas do Instituto do Sono, cerca de 90% dos pacientes relatam alguma perturbação e as queixas mais comuns são dificuldade em iniciar o sono, vários despertares durante a noite sem conseguir voltar a dormir e despertar precoce.

"No Instituto fazemos consultas com entrevista para descobrir a origem e o possível tratamento para os diagnósticos encontrados. Em casos com mais dificuldade, recorremos ao exame do sono (um monitoramento do sono por sensores), que nos auxilia nos estágios do sono de cada paciente", completa Dr. Yonekura.

A idade avançada e o sexo feminino também estão associados ao aumento do risco de insônia. "Sempre tive dificuldade em pegar no sono, meu problema é iniciar. Ele piora quando estou sofrendo com estresse ou com ansiedade. Cheguei a procurar um médico, que me indicou um tratamento com remédios. Mas não consegui dar seqüência e sofro até hoje", lamenta a arquiteta Maria Fernanda Duarte, de 23 anos.

Existem três ocorrências quando o problema se torna crônico. A chamada inicial faz com que a pessoa tenha dificuldades para pegar no sono, a intermediária é responsável pelo sono interrompido de forma constante e a insônia terminal provoca o despertar muito antes da hora de acordar.

Para ajudar os pacientes que sofrem desse mal, especialistas sugerem alguns métodos naturais.

OS 10 MANDAMENTOS PARA UMA BOA NOITE DE SONO

1. Horário regular para dormir e despertar;

2. Ir para a cama somente na hora de dormir;

3.Dormir em um ambiente saudável;

4. Não fazer uso de álcool próximo ao horário de dormir;

5. Não fazer uso de medicamentos para dormir sem orientação médica;

6. Não exagerar em café, chá e refrigerante;

7. Praticar exercícios físicos em horários adequados e nunca perto da hora de dormir;

8. Jantar moderadamente em horário regular e adequado;

9. Não levar problemas para a cama;

10. Fazer atividades relaxantes após o jantar.

Apnéia e Ronco

A apnéia é caracterizada pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta durante o sono. Durante o processo, a pessoa pode ter pequenos despertares que interrompem o sono, prejudicando seu descanso. Normalmente quem tem apnéia conta com o sintoma do ronco e vice-versa.

"O ronco se caracteriza pela dificuldade de passagem de ar. Acontece com mais freqüência em homens, por fatores hormonais. Tanto que após a menopausa a incidência também cresce entre as mulheres", finaliza o Dr. Yonekura Shigueo.

Comente

Últimas