Lente de contato: de olho na validade

Lente de contato de olho na validade

Lentes de contato são uma solução para quem precisa usar óculos e não gosta, mas elas demandam uma série de cuidados que se não forem tomados podem trazer problemas sérios. Você sabia por exemplo que lentes têm prazo de validade e o uso persistente do produto após o vencimento pode infeccionar a córnea ou até levar à cegueira nos casos mais extremos?

De acordo com o especialista em doenças externas do Hospital Oftalmológico de Brasília, o oftalmologista Eduardo Rocha, os usuários de lentes de contato devem ficar atentos "Quando as lentes passam do prazo, o olho começa a reagir, apresentando coceira, vermelhidão e desconforto na córnea. Se o usuário insistir em usar o produto, pode sofrer uma hipersensibilidade do olho ao uso de lentes de contato ou evoluir para uma infecção severa na córnea", alerta o especialista.

Rocha explica que a duração do par de lentes está diretamente relacionada ao estilo de vida do usuário. "A validade das lentes de contato depende da quantidade de vezes e o tempo que o usuário as utiliza, bem como do ambiente em que está inserido enquanto as usa e da higienização e cuidados tomados para a sua conservação. Sendo assim, pessoas que utilizam lentes com mais frequência, aquelas as utilizam enquanto se maquiam, as que ficam expostas a ambientes refrigerados por ar-condicionado ou as que as higienizam de maneira errada, reduzem o tempo de vida útil do produto e correm risco de contrair algum tipo de infecção" diz.

Rocha alerta que o usuário deve ficar atento aos menores sinais de desconforto ou embaçamento. "A olho nu, por exemplo, é possível perceber o aparecimento de alguns depósitos orgânicos em forma de pontinhos escuros. Quando isso ocorrer, o usuário deve procurar imediatamente um especialista para detectar, por meio de um instrumento chamado Lâmpada de Fenda, a situação em que seu par de lentes encontra-se. Este instrumento faz uma leitura microscópica do produto, indicando que tipo de microorganismo está depositado nas lentes e se é possível retirá-los com uma higienização", explica.

Confira os principais cuidados que devem ser tomados de acordo com o especialista:


  • Lavar as mãos com sabão antes de manusear as lentes;
  • Higienizar as lentes seguindo método orientado pelo médico;
  • Usar a lente pelo tempo indicado pelo oftalmologista;
  • Fazer exames oftalmológicos periodicamente (6 em 6 meses);
  • Qualquer sintoma fora do padrão, interromper o uso das lentes e buscar orientação de um especialista;
  • Trocar os estojos das lentes a cada compra de produto de limpeza;
  • Manter as unhas curtas e higienizadas;
  • Nunca lavar as lentes na água (corrente ou mineral);
  • Não emprestar ou pegar emprestado lentes de contato alheias;
  • Evitar piscinas e praias enquanto estiver usando as lentes;
  • Usar produtos de higienização específicos para cada tipo de lente.
  • Comente

    Últimas