Maus hábitos prejudicam também a saúde dos olhos

Estresse e obesidade tendem a ser grandes vilões de quem sofre de glaucoma

Maus hábitos prejudicam também a saúde dos olhos

Os maus hábitos da vida moderna prejudicam muito o organismo humano, incluindo a visão. Ainda mais quem tem glaucoma, doença que eleva a pressão intraocular, provoca lesões no nervo ótico e caso não seja tratada pode levar o paciente à cegueira.

Estresse

O estresse, um dos vilões da atualidade, interfere bastante na visão. Quando a pessoa tem níveis elevados de estresse, a pupila dilata e desencadeia um mecanismo denominado bloqueio pupilar, levando ao aumento da pressão intraocular. O uso excessivo do computador, videogame, televisão e celulares também podem comprometer a visão, segundo especialistas que indicam pausas de meia em meia hora para dar um descanso aos olhos.

Atividade física

Par os glaucomatosos, os médicos recomendam, ainda, a prática regular de atividades físicas. Especialmente exercícios aeróbicos como caminhadas, natação e corrida, que ajudam a diminuição da pressão intraocular e a produção do humor aquoso, ajudando na drenagem do líquido e melhoram a aptidão cardiovascular, favorecendo a irrigação sanguínea do nervo óptico. No entanto, a pressão também sobe, em média, 72h depois. Por este motivo é importante praticar atividades físicas regularmente, no mínimo, três vezes por semana.

Uso incorreto do colírio

As pessoas pensam que usar colírios desenfreadamente é benéfico para a saúde dos olhos. Puro engano! O uso incorreto e indiscriminado do medicamento atrapalha o tratamento e reduz a eficácia. Os colírios, segundo especialistas, devem ser usados com prescrição médica e respeitando as indicações.

Ingerir muito líquido em pouco tempo

As pessoas não têm noção, mas quem tem glaucoma deve prestar atenção no ato de beber muita água ou líquido de uma vez só. A prática causa grande produção de humor acuoso rapidamente, que será drenado lentamente. Isso pode causar o aumento da pressão intraocular.

Obesidade

O excesso de peso e a hipertensão caracterizam-se como outros vilões entre as pessoas que têm glaucoma. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Michigan e publicado na revista americana Ophthalmology, o diagnóstico de diabetes tipo 2 aumenta em 35% o risco de glaucoma, enquanto a hipertensão arterial a chance é maior em 17%.

O diabetes agrava ainda mais o problema, uma vez que a falta de controle da glicemia afeta a retina, membrana que cobre os olhos e pode evoluir para a cegueira. Mas com as doenças controladas, a manutenção de atividades físicas, uma alimentação saudável e o acompanhamento médico equilibram o bem-estar do corpo e a saúde dos olhos.

Por Natália Farah


Comente

Últimas