Mitos e verdades sobre o ronco

Mitos e verdades sobre o ronco

Ouvir alguém roncando a noite inteira do seu lado pode ser uma tortura, especialmente para quem tem sono leve. Além disso, a pessoa que ronca pode ter problemas que vão muito além deste distúrbio do sono.

Até pelo fato de ser tão comum, existem vários mitos sobre o assunto. Por isso o dentista Eduardo Rollo Duarte, especialista em Prótese Dental relacionada aos distúrbios do sono, tira as dúvidas e esclarece o que é mito e o que é verdade quando o assunto é ronco.

O ronco é mais freqüente em quem dorme de barriga para cima? Não necessariamente.

De barriga para cima, os músculos tendem a obstruir a garganta com maior facilidade aumentando a dificuldade da passagem do ar e as chances do ronco. Mas não é só mudar de posição que o problema está resolvido, em caso de roncadores, ele vai recomeçar em qualquer posição.

Roncar separa casais? Verdade

Os cônjuges sofrem com o barulho e acabam tendo insônia, passando o dia cansados, sonolentos, com todas as consequências de uma noite não dormida. Imagine isso, repetidamente, durante anos. Na maioria dos casos, os casais passam a dormir separados.

Roncar é sinal de sono profundo? Mito

É exatamente o contrário, quem ronca não dorme bem, não atinge sono profundo, não tem sono reparador, não relaxa e não descansa. Pode ainda ter apnéia do sono.

Roncar pode causar disfunção erétil? Verdade

O corpo do roncador, por não descansar bem, acaba perdendo energia e causando mais cansaço. Essas condições podem levar a problemas de ereção, desde que tenha apnéia do sono

O ronco pode causar apnéia? Verdade

Roncar não é normal e é sinal de apnéia do sono (falta de ar por mais de 10 segundos).

Apnéia é perigoso? Verdade

A apnéia fragmenta o sono e altera os níveis de oxigênio no sangue gerando consequências graves para a saúde e a qualidade de vida como: hipertensão e problemas cardiovasculares, cansaço e sonolência diurna, depressão, irritabilidade, diminuição da concentração e do raciocínio, diminuição da libido e impotência sexual; e ainda aumenta muito a chance de acidentes no trabalho e no trânsito.

Ronco não tem solução? Mito

O ronco é um distúrbio do sono de natureza crônica e pode ser controlado com um aparelho oral de eficácia comprovada. O aparelho estimula a musculatura da língua, da garganta e do céu da boca, impedindo o estreitamento e fechamento da via aérea quando respiramos.

Hoje sabemos que só o ronco, mesmo sem apnéia, pode gerar problemas na artéria carótida por causa da vibração frequente dos músculos do canal de passagem do ar, acontecer muito perto da carótida.

Comente

Últimas