Otite no verão: como se prevenir?

Conheça medidas para amenizar o problema

Otite no verão como se prevenir

Uma das grandes preocupações das mães durante o verão é a otite. Com a frequência maior de banhos de piscina e de chuveiro, é comum uma maior reclamação das crianças com dores no ouvido. Mas quais são os sintomas da otite? Como tratar? Quando procurar um especialista?

A otite é uma infecção no ouvido médio, que fica atrás do tímpano. As crianças têm mais riscos que os adultos de sofrerem com esse mal, e uma infecção permanente pode gerar sérios problemas para a audição. Por isso é importante cuidar bem dos ouvidos.

As otites são causadas por bactérias e vírus que causam inflamação ou obstrução. Esse tipo de doença costuma acontecer durante ou após as gripes, resfriados, infecções na garganta e respiratórias. Os principais sintomas são dores fortes no ouvido, diminuição da audição, falta de apetite, secreção local e febre. Caso a doença esteja em um grau mais grave, pode aparecer uma secreção com sangue. É preciso procurar um especialista nos primeiros sintomas para tratamento adequado e diagnóstico em consultório.

Para o tratamento, é preciso utilizar antibióticos e analgésicos. A febre responde rápido à medicação e logo sai, mas a audição pode demorar mais tempo para melhorar. Caso ela não volte por completo, é preciso procurar novamente o especialista para verificar sinais de secreção atrás da orelha média.

Para se prevenir da otite é preciso proteger o ouvido contra a entrada de água na piscina, na hora do mergulho ou da natação. Não se deve usar hastes flexíveis nas orelhas, pois elas podem retirar a cera protetora do ouvido e machuca-lo. É importante limpar bem as secreções nos casos de gripes e resfriados, para evitar que o catarro se acumule no nariz e na garganta, principalmente em crianças pequenas e bebês.

No caso dos bebês, não se recomenda que eles sejam amamentados deitados, pois a posição favorece a entrada de líquido na tuba auditiva. Uma recomendação dos especialistas é que se vacine as crianças contra o Haemophilusinfluezae e o Streptococcuspneumoniae, que protege contra infecções menores como a otite média. Além desses cuidados, nunca se automedique. Ao primeiro sinal de dor no ouvido, procure um otorrino. Ele saberá o cuidado certo para se tomar e evitar que a dor se torne algo pior.

Por Ana Gissoni


Comente

Assuntos relacionados: otite dores no ouvido

Últimas