Piercing pode causar infecções em adolescentes

Piercing pode causar infecções em adolescentes

O Hospital das Clínicas de São Paulo, da Secretaria de Estado da Saúde, registrou um aumento da incidência de infecções provocadas pelo uso do piercing no nariz, orelha e língua. Dos 40 casos atendidos pelo hospital, 80% resultaram em cirurgias reparadoras para a reconstituição da orelha e do nariz. A maioria das complicações ocorrem em adolescentes.

O alerta é do otorrinolaringologista Perboyre Lacerda Sampaio. Segundo o médico, a colocação do piercing no lóbulo da orelha pode provocar uma cicatrização anômala que cresce descontroladamente. Dependendo do caso, o paciente é submetido a várias cirurgias e tratamento com corticóide e radioterapia.

Outro problema ainda mais grave, na opinião do médico, é a colocação da jóia na parede lateral do nariz ou na parte superior da orelha (locais onde existem cartilagem).

O risco do uso do piercing na língua é atribuído à formação rápida de abscesso, com edema que pode chegar a obstruir a respiração e causar a morte por sufocação caso haja penetração de germes no seu interior.

De acordo o Dr. Perboyre, não importa o tempo em que a pessoa usa o acessório e nem como foi feito. Mesmo com todos os cuidados com a higiene e assepsia, a ocorrência de um trauma no nariz, na língua ou na orelha é o suficiente para iniciar o processo destrutivo.

As más condições de higiene de muitos estabelecimentos que oferecem o serviço, aliadas a falta de educação formal dos profissionais, podem acelerar o processo com complicações pós-operatória das mais variadas.

Comente

Últimas