Quando a tosse é sinal de asma?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Fique atento se os sintomas passarem de três semanas

Quando a tosse é sinal de asma

A tosse persistente, ou seja, aquela que dura mais de três semanas, anuncia que algo não vai bem no sistema respiratório e significa sim uma doença, como a asma, inflamação nas vias áreas.

O Ministério da Saúde informa que a asma atinge de 7 a 10% da população mundial. No Brasil, o Estudo Internacional de Asma e Alergias em Crianças estima que um em cada cinco brasileiros tenha a doença. No SUS, 350 mil pessoas são internadas por ano.

A tosse do asmático pode aparecer sem qualquer outro sintoma tradicional da doença, como chiado no peito e sensação de aperto no tórax. Ela piora à noite e após esforços e exercícios físicos.

Para tratar a asma, costuma-se usar os broncodilatadores, as "bombinhas". É importante manter distância de ambientes que possam ser alergenos, e a fisioterapia respiratória pode ajudar a diminuir os sintomas da doença.

Mas tome bastante cuidado com os ‘falsos diagnósticos’ caseiros. Não é porque alguém está tossindo sem parar que esteja doente. Como já foi dito, o preocupante são as tosses persistentes, que também podem ser reflexo de pneumonia, refluxo, rinite e sinusite ou tuberculose. Em todo caso, vale sempre a consulta médica.

E para quem não sabe, tossir é um mecanismo de defesa do corpo a algo errado no aparelho respiratório. Em um reflexo, o corpo tenta expulsar qualquer elemento que esteja causando uma possível inflamação ou irritação com a função de proteger o pulmão. Muitas ações provocam a tosse, como desde engolir algo errado até um problema mais grave, como câncer, pneumonia e tuberculose.

Por Natália Farah


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: saúde doenças asma tosse

Últimas