Quiropraxia: fuja da dor!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Quiropraxia fuja da dor

A quiropraxia é uma técnica dentro da área de saúde que procura diagnosticar, tratar e prevenir disfunções no sistema muscular e seus efeitos no funcionamento normal do sistema nervoso. O profissional de quiropraxia colhe o histórico do paciente, realiza exames físicos e com essas informações chega a um diagnóstico músculo-esquelético, traçando a partir daí um plano terapêutico adequado.

Segundo a quiropraxista Aline Labate, que trabalha há quatro anos na profissão, o estilo de vida que a maioria das pessoas leva hoje em dia provoca alterações no corpo, como tensionamentos musculares e contraturas. "Como conseqüência disso, as articulações da coluna ou do corpo perdem seu alinhamento ou movimento normal, podendo provocar certos distúrbios que cursam com inflamação, dor, perda da mobilidade normal e diminuição de força, como é o caso das tendinites, hérnias de disco, artrose, torcicolos, dor ciática, entre outras", explica.

Entre as reclamações mais freqüentes dos pacientes estão as dores nas costas. Nestes casos o quiropraxista realiza os chamados ajustamentos, realizando um movimento rápido e preciso com as mãos na articulação acometida e alinhando de maneira correta. Geralmente, este reposicionamento é acompanhado de um estalido e elimina os deslocamentos que causavam dor.

Para que estes resultados sejam permanentes, Aline explica que o paciente deve levar o tratamento a sério. "As orientações tanto posturais quanto de exercícios devem ser seguidas para que a melhora seja significativa ou para que ocorra a eliminação do quadro álgico (dor). O paciente deve voltar para as consultas apenas para realizar a "manutenção", que ocorre aproximadamente de dois em dois meses", afirma.

O tratamento dentro da quiropraxia apresenta diversas vantagens. Entre elas o custo baixo, a ausência de medicamentos, o alívio rápido, o bem-estar e o fato de tratar a causa, e não somente os sintomas. A técnica hoje está difundida em todo o Brasil, e algumas cidades, como São Paulo e Monte Belo do Sul (RS) já contam com a especialidade dentro do SUS.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas