Sem cálcio, mulheres terão mais osteoporose

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Doença deixa os ossos mais fracos especialmente após a menopausa

Sem cálcio mulheres terão mais osteoporose

moodboard/Corbis

Mulheres, fiquem atentas. A Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso) divulgou que uma em cada três brasileiras vai desenvolver osteoporose, doença que deixa os ossos mais fracos, após a menopausa.

Uma das razões é a falta do consumo de cálcio, que corresponde a 90% do público feminino. Como a osteoporose não causa dor, muitas vezes o diagnóstico é feito somente após a primeira fratura, provocada pela fragilidade dos ossos.

Apesar do alto percentual entre a população feminina, apenas 39% das mulheres com mais de 45 anos já fizeram algum exame para detectar a doença.

Por isso o órgão informa que a prevenção deve começar na infância, por meio de uma alimentação equilibrada e rica em cálcio, presente, principalmente, em leite e derivados.

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia registra 10 milhões de brasileiros com osteoporose. No Brasil, a cada ano ocorrem cerca de 2,4 milhões de fraturas decorrentes da osteoporose.

O risco de desenvolver a osteoporose pode ser reduzido caso medidas como uma alimentação rica em cálcio, manutenção de uma atividade física e aporte adequado de Vitamina D foram proporcionados ao longo da vida.

Ainda que hajam todos estes cuidados, uma parte dos indivíduos vai ter osteoporose por conta de herança genética. A boa notícia é que existem tratamentos eficazes, caso você já tenha a doença. A dica é procurar um endocrinologista para que o tratamento seja adequado e tranquilo.

Natália Farah

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: doença saúde osteoporose menopausa

Últimas