Semente de chia

Semente de chia

A semente de chia é a nova sensação entre os adeptos da alimentação saudável e dietas funcionais. Originária do México, é uma semente milenar, cheia de benefícios, muito utilizada pela civilização asteca na promoção da força e da resistência física.

Trazida para os tempos atuais, os atributos deste grão se revelam no alto aporte de ômega 3 - é o alimento vegetal com maior concentração desta substância - além de fibras, cálcio, magnésio, potássio, proteínas e vitaminas do complexo B.

Este extenso conjunto de propriedades da chia contribui para a saúde na redução do colesterol, controle da glicemia, boa formação óssea, prevenção do envelhecimento precoce e melhoria geral da imunidade do organismo.

Para os adeptos das dietas de controle de peso, a chia em doses apropriadas ajuda o corpo a entrar em forma, principalmente pela sensação de saciedade que proporciona, graças às fibras que, ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago e retardam a digestão. A chia também ajuda a manter o bom funcionamento da flora intestinal e a desintoxicar o organismo.

Importante fonte de proteínas, a chia é indicada para diabéticos, hipertensos, vegetarianos e praticantes de atividade física, além de contribuir na promoção de massa óssea e combate a osteoporose em idosos, graças à alta concentração de cálcio e magnésio.

A semente de chia e a farinha de chia devem ser consumidas adicionadas em vitaminas, iogurtes e saladas. Duas colheres de sopa (15 gramas) de chia, quantidade diária indicada pelos nutricionistas, oferece cerca de 50% de ferro (7,3mg) e 27% de magnésio (70mg).

Para quem busca emagrecer aproveitando as funcionalidades da chia, é recomendável ingerir o grão cerca de 30 minutos antes das principais refeições diárias.

Por Jessica Moraes

Comente

Últimas