Sintomas da DPOC em cada idade

Saiba como a doença acontece aos 30, 40, 50 e 60 anos

Sintomas da DPOC em cada idade

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma das doenças pulmonares mais comuns que dificulta a respiração. Como o hábito de fumar está entre as principais causas da doença, os sintomas começam a aparecer em paciente jovens, a partir dos 30 anos de idade.

O fumo contem irritantes que inflamam as vias respiratórias e causam alterações que podem levar à doença obstrutiva crônica. Danos que podem ser permanentes, caso não tratados a tempo.

Os sintomas típicos de DPOC são tosse, produção de catarro e encurtamento da respiração. Em algumas pessoas a tosse somente aparece eventualmente. Outras costumam ter tosse com expectoração (catarro) durante o dia, principalmente pela manhã, e tem maior facilidade de contrair infecções respiratórias.

Neste caso, a tosse piora, o escarro (catarro) torna-se esverdeado ou amarelado, e a falta de ar poderá piorar, surgindo, às vezes, chiado no peito. À medida que os anos passam e a pessoa segue fumando, a falta de ar vai evoluindo.

Quem está na faixa dos 40 ou 50 anos, fique atento! Os sintomas, muitas vezes, podem ser confundidos com asma. Daí a importância de procurar um especialista e obter um diagnóstico correto para o melhor tratamento. Parar de fumar, portanto, será a primeira orientação médica. Uma pesquisa mostrou que a progressão da DPOC pode ser retardada em pacientes que param de fumar.

Já quem entrou na casa dos 60 anos ou passou, os sintomas da DPOC podem aumentar em frequência e gravidade. Além das queixas comuns de tosse, chiado, falta de ar e perda de peso, os incômodos vêm acompanhados de dores de cabeça, inchaço nas pernas e confusão mental.

Nessa fase, é importante se proteger contra resfriados e outras infecções do trato respiratório. Infecções como pneumonia pode agravar os sintomas, conhecida como uma exacerbação da DPOC, o que pode ser fatal.

Para essa faixa etária, em especial, os médicos recomendam tomar vacinas contra a gripe todos os anos, que podem proteger contra certos tipos de pneumonia. Além da prática de exercícios diários para impulsionar o sistema imunológico, além de um estilo de vida saudável e o uso de medicamentos específicos para DPOC.

Em todas as demais idades, seja aos 30, 40 e 50 anos, a orientação é taxativa: parar de fumar. Essa, segundo os médicos, continua a única forma de prevenir a doença. Uma vez instalada, livre-se do hábito substituindo-o por outros mais saudáveis como beber bastante água, praticar exercícios, manter uma alimentação rica em nutriente e até renovar a casa para que acumule o mínimo de poeira possível. Entre as dicas estão usar filtros de ar e limitar o contato com animais de estimação.

Natália Farah


Comente

Assuntos relacionados: saúde doenças dpoc

Últimas