Tempo frio e seco propicia crise asmática

Um dos jeitos de se livrar das crises é manter a casa livre de ácaros e fungos

Tempo frio e seco propicia crise asmática

A poeira, pelos de gato e de cachorro, fumaça de cigarro, cheiros fortes e de objetos que acumulam pós são venenos para quem sofre de asma, doença inflamatória crônica das vias aéreas. A combinação da tosse continua com a falta de ar levam a maioria dos pacientes, em períodos de crise, ao pronto-socorro, que costumam aumentar o atendimento em 40% no inverno quando o tempo fica mais seco.

As crises de asma classificam-se em leves, ou seja, quando são esporádicas e a pessoa não tem aquele chiado no peito e não precisa de serviços de emergência, como acontece nas manifestações moderadas, em que o paciente não consegue fazer atividades do dia a dia como ir à escola. Quando a doença apresenta gravidade, as faltas de ar são constantes e a pessoa sente exaustão.

A cura da doença ainda não foi descoberta e os asmáticos devem seguir alguns procedimentos para manter a qualidade de vida. Um dos jeitos de se livrar das crises é manter a casa livre de ácaros e fungos, utilizando sempre panos úmidos e sem produtos perfumados.

Anote outras dicas infalíveis*:

• O filtro do ar-condicionado deve ser lavado semanalmente. Faça manutenções periódicas;

• Controle as crises de rinite, que podem piorar a asma;

• Lave as narinas com soro fisiológico durante o dia;

• Mantenha-se bem hidratado e beba muita água ao longo do dia;

• Use agasalho durante sua permanência em ambiente refrigerado, caso seja preciso;

• Evite móveis e objetos desnecessários que juntam pó, como tapetes e carpetes;

• Evite almofadões, bichos de pelúcia ou estantes com muitos livros;

• Evite roupas e cobertores de lã ou com pelos;

• Areje sempre os ambientes por algumas horas, todos os dias.

*Com informações da Associação Brasileira de Asmáticos.


Por Natália Farah

Comente

Últimas