Tremor involuntário nas mãos sinaliza doença de Parkinson

O sintoma é um dos primeiros na identificação da doença

Tremor involuntário nas mãos sinaliza doença de Pa

O tremor involuntário das mãos já virou estigma de pessoas que sofrem o mal de Parkinson. O sintoma, bastante característico nesse público, é um dos primeiros na identificação da doença, mas não o único.

O neurologista Flávio Henrique Bobroff da Rocha alerta para diagnósticos equivocados em relação à doença. "Nem todo tremor significa mal de Parkinson. Existem várias outras doenças e diversos medicamentos que podem resultar em sintomas semelhantes, mas que apenas o médico neurologista pode diferenciá-los", avisa.

Entre outros sinais que levam a crer que a pessoa tem a enfermidade aparecem na lentidão dos movimentos e a rigidez de outros membros do corpo, que vêm acompanhadas de passos curtos do paciente, que tende ainda a encurvar o tronco para frente.

A diminuição do tamanho das letras ao escrever é outra característica importante da doença. Os portadores de Parkinson também têm dificuldades na fala, em realizar mímicas faciais, engolir os alimentos, sofrem com problemas respiratórios, urinários, distúrbios no sono e alguns casos de depressão.

É importante destacar que a doença tem causas e a cura desconhecidas. O site do médico Dráuzio Varella, no entanto, aponta entre as possíveis causas a morte das células do cérebro, em especial, na área conhecida como substância negra, responsável pela produção de dopamina, um neurotransmissor que, entre outras funções, controla os movimentos.

Estudos feitos no Brasil mostram que 18% dos pacientes com menos de 50 anos possuem os genes marcadores do Parkinson. Identificado o fator de risco, pode-se recorrer a outros mecanismos para cercar o diagnóstico.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 1% das pessoas com mais de 65 anos têm a doença. No Brasil, estima-se que mais de 200 mil pessoas convivam com ela. Os especialistas orientam que a qualquer sintoma da doença que consulte um médico.


Por Natália Farah

Comente

Últimas