Vantagens da alimentação orgânica

Em relação ao alimentos convencionais, os orgânicos contém mais minerais como ferro, selênio e potássio

Vantagens da alimentação orgân

Uma alimentação balanceada é importante em qualquer fase da vida, pois é a garantia de uma vida saudável. Entretanto, precisamos ficar atentos aos alimentos que colocamos em nosso prato, pois muitos deles fazem mal à nossa saúde e ao meio ambiente, devido à quantidade de agrotóxicos que eles possuem.

Esses itens podem causar problemas digestivos, doenças neurológicas e degenerativas, como Mal de Parkinson e Alzheimer, inflamações, infertilidade, câncer entre outras. Para fugir dos agrotóxicos uma opção é aderir aos alimentos orgânicos. "Eles cuidam do solo, da água, do meio ambiente e da saúde de quem os produz e consome", afirma Tânia Rabello, especialista em agricultura e editora do "Portal Orgânico".

Os produtos orgânicos são cultivados sem o uso de adubos sintéticos - principalmente nitrogênio, fósforo e potássio - e sem o uso de agrotóxicos. A produção trata a propriedade rural como um organismo vivo, ou seja, cuida de todo o meio ambiente no entorno sem poluir mananciais e o solo e sem provocar erosão. "Orgânicos são cultivados em solos equilibrados e ricos em nutrientes. Isso beneficia a planta e, consequentemente, quem a consome", garante Tânia.

Já os alimentos hidropônicos são aqueles cultivados em estufas e recebem adubos químicos dissolvidos que poluem a água com os resíduos do cultivo, principalmente com nitritos. "Essas substâncias provocam aumento do risco de câncer", explica a especialista.

Segundo levantamento da Anvisa os alimentos convencionais mais contaminados por agrotóxicos são o pimentão (92%), morango (64%), pepino (58%), alface (54%), abacaxi (33%), couve (32%), mamão (30%) e tomate (16%). E mesmo na lavagem com cloro ou vinagre para higienizar as verduras, frutas e legumes o agrotóxico não sai dos alimentos.

A especialista ressalta que o principal erro dos supermercados é expor alimentos orgânicos e hidropônicos lado a lado nas prateleiras, como se eles fossem iguais. "Felizmente, a Prefeitura de São Paulo tem feito um trabalho de conversão dos agricultores paulistanos de produtos hidropônicos para a agricultura sustentável ambientalmente."

Para saber se o produto que você está levando para casa é realmente orgânico, fique atento se o mesmo possui o selo brasileiro determinado pela Lei dos Orgânicos ou pela declaração do produtor orgânico familiar. E não se deixe enganar! Nem todo alimento produzido sem agrotóxico é orgânico.

"Ele pode ser cultivado sem o uso de agrotóxico, mas se for usado com adubo sintético deixa de ser orgânico", informa Tânia. "Para ser considerado orgânico, há diversas regras que o produtor rural precisa seguir e que vão além do não uso de adubos químicos e agrotóxicos. Alguns exemplos são o respeito ao meio ambiente, à legislação ambiental, condições dignas de trabalho, entre outras", completa. Alimentos orgânicos fazem bem à saúde por serem mais completos nutricionalmente, mais saborosos e ricos em alguns minerais como ferro, selênio e potássio do que os convencionais. "Eles são benéficos à saúde também de quem os produz e manipula, por não haver risco de intoxicação nos alimentos orgânicos", lembra Tânia Rabello.

Nos supermercados já é possível encontrar uma grande variedade de alimentos orgânicos. Quanto menos aditivos químicos você consumir, melhor será a sua qualidade de vida!


Por Stefane Braga (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: alimentação saúde alimentos orgânico

Últimas